30/01/2017

Pura imaginação sexual

 

Hoje quero contar minha história que só de lembrar já me deixa doidinha.

Me chamo Mirela tenho 45 anos, morena, 1,71, olhos azuis, tenho o corpo bem curvilíneo conquistado através de muita malhação  e confesso minha bunda e de deixar qualquer um louco de tesão ela e perfeito durinha, empinada chama a atenção com qualquer roupa, estou sempre bem arrumada e principalmente cheirosa, adoro marcar presença aonde chego, sou casado com Alex a 22 anos, ele e um homem bonito, charmoso não tem o corpo tão malhado porém e bem atraente, nossa vida sexual era bem ativa no começo de casado e apesar de gostar muito de sexo ela virou papai-mamãe devido a rotina, e confesso estou cansada disto sempre escuto minhas amigas separadas contarem suas transas mirabolantes com homens maravilhosos e eu só no arroz com feijão.

Numa destas noites deitada na cama comecei a beijar o Alex de forma despretensiosa dava um beijo parava dava outro, dava uma chupatinha na sua orelha, uma mordidinha na sua orelha e quando deu conta estava toda molhadinha de tesão o Alex tava meio de devagar e então resolvi fazer uma brincadeira, que tal se vc imaginar que sou a Ana aquela minha amiga de seios grandes que sei que vc adora olhar, num instante ele ficou tão excitado imaginando a Ana que seu pênis ficou duro como uma rocha e entrou rasgando na minha vagina, no meu ouvido ele dizia sua gostosa, sempre quis te pegar, eu até me assustei pois nunca imaginava que ele tivesse este tesão por ela mais relaxei pois estava tão bom, sentir todo aquele fogo novamente.

Ele começou a morder e a chupar meus seios com tanta força e vontade que não tinha como não gostar pedi para não parar ele desceu sua mão até minha vagina e pôs 3 dedos bem devagarinho nossa que delicia eu sentia o gozo descer estava louca de desejo.

Neste momento tive que parar um pouco senão iria gozar e  queria aproveitar mais, pus o Alex deitado de costas de quatro e comecei a lamber seu saco por baixo puxei seu pênis para trás pois sabia que isto da uma excitação doida, ele gemendo de prazer lambia bem gostoso deixando tudo bem molhadinho, virei ele de frente e comecei a chupar seu pênis que dilatava na minha boca sem pressa passando a língua em todo ele alternava com chupadas rápidas e fortes com apenas lambidinhas claro não esquecendo de mexer no saco também.

Em um dado momento montei em cima dele e cavalguei como uma égua no cio pulando e pulando ele apertando meus seios, nos gemendo de tesão até que gozamos gostoso não me importei se tudo isto foi pensado na Ana pois a muito tempo não gozava tão gostoso e agora todo dia transamos imaginando outras pessoas e estamos até pensando e chamar alguém para participar que tal, mais esta história fica para depois. 

 

 

sex shop